(41) 3373-8688 / (41) 3019-4032 / (41) 98405-9972 [email protected]

INFERTILIDADE 

Infertilidade conjugal é um problema que acomete cerca de 15% dos casais. É definida como a incapacidade de engravidar após 12 meses de relações sexuais regulares sem uso de métodos contraceptivos. Após esse período o casal deve procurar um médico para investigação e tratamento adequado.
Em 30% dos casos a infertilidade é provocada pelo fator masculino isolado. Em outros 20% os fatores masculino e feminino estão associados. Portanto a investigação do homem é fundamental já que algumas causas são corrigíveis, podendo evitar a necessidade de tratamentos de Fertilização Assistida.

A etapas do processo reprodutivo precisam estar em perfeito funcionamento para ocorrer a gravidez. As principais fases são a ovulação, a captação do óvulo pela tuba, a fertilização deste pelo espermatozóide e, por fim, a implantação do embrião formado no útero.

Portanto, as principais causas de infertilidade são:

Fatores Femininos

Problemas na ovulação (fator ovulatório)
Alterações tubárias (fator tubário)
Alterações no útero (fator uterino)
Endometriose.

Fatores Masculinos

Problemas na formação, no transporte ou na ejaculação dos espermatozóides.
Anormalidades anatômicas (congênitas ou adquiridas)
Disfunções hormonais (endócrinas))
Infecções
Causas imunológicas
Alterações Genéticas
Tabagismo
Uso ou exposição de substâncias toxicas
Trauma
Disfunções Sexuais
Doenças Crônicas
Tratamento para Câncer
Varicocele

Em até um terço dos casos, mesmo após investigação adequada, não é possível descobrir a causa da infertilidade (Infertilidade Sem Causa Aparente – ISCA)