(41) 3373-8688 / (41) 3019-4032 / (41) 98405-9972 [email protected]

HIPERPLASIA PROSTÁTICA

Conforme o aumento da idade do homem, ocorre o crescimento da próstata. Após estabilizar-se em cerca de 20 gramas no início da fase adulta, ela pode aumentar de tamanho aproximadamente a partir dos 40, o que é chamado de Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP) ou Hiperplasia Prostática Benigna (HPB).

Esse alargamento do órgão é causado por um acréscimo do número das células no local, em medicina conhecidas como as células do epitélio e as do estroma prostático.

O problema é um dos mais comuns da saúde do homem ao longo da vida. Estima-se que 50% das pessoas do sexo masculino apresentem diferentes graus de hiperplasia, durante o período dos 60 anos de idade. Aos 85 anos, são 90%.

Sintomas de Hiperplasia da Próstata

Estes são alguns dos principais sintomas da HBP / HPB, geralmente ligados à micção e que podem ser apresentados ao paciente como Prostatismo: 

• Despertar várias vezes à noite para urinar;
• Retenção urinária;
• Retardo e dificuldade de início da micção;
• Interrupção involuntária da urina ou diminuição da força do jato;
• Micção “pausada” ou em dois tempos;
• Esvaziamento incompleto da bexiga;
• Gotejamento após o fim da urina.

Além disso, outras patologias podem ser agravantes do problema prostático. São elas: Litíase, infecções urinárias, ruptura de vasos da mucosa uretral no revestimento da próstata (hematúria) e problemas no músculo da bexiga urinária (detrusor), como acúmulo de colágeno.

Diagnóstico e Tratamento

Mesmo aqueles que não apresentam sintomas podem ser diagnosticados com Hiperplasia da Próstata. É essencial para a saúde do homem que um urologista acompanhe o paciente com o exame do toque real, que sejam feitas análises de sangue e urina periódicas para checar o nível do PSA e, sempre que solicitado pelo médico, realizar biópsias da próstata. 
O tratamento da Hiperplasia Prostática pode ser através de medicamentos, tanto para a redução dos sintomas quanto para as dimensões da próstata, assim como para reduzir a hiperatividade da bexiga. Cada medicação, contudo, pode ter efeitos colaterais, como fadiga, diminuição da libido, ressecamento da boca ou prisão de ventre. Também pode ser realizada uma micro-cirurgia para a abertura de um canal na próstata, facilitando a micção.

Lembre-se: cada caso deve ser analisado individualmente e apenas um médico urologista será capaz de determinar o tratamento apropriado. Em caso de dúvidas ou necessidade, agende uma consulta com o Dr. Ruimário, especialista em Urologia em Curitiba.