(41) 3373-8688 / (41) 3019-4032 / (41) 98405-9972 [email protected]

A Ejaculação Precoce (EP) é uma disfunção sexual masculina caracterizada pela ocorrência da ejaculação sempre ou quase sempre antes ou pouco tempo depois da penetração vaginal, associada a incapacidade de perceber o momento que irá ejacular, impossibilitando o controle. Causando consequências negativas pessoais e no relacionamento.

Quais os tipos?

Existem 2 tipos de EP:

– Ejaculação precoce primária: quando o problema existe durante toda a vida sexual do homem, desde a primeira relação.

– Ejaculação precoce secundária, ou adquirida: quando surge após um período de relações sexuais satisfatórias.

É um problema comum?

Não existem muitos dados sobre a prevalência da Ejaculação Precoce na população em geral. Estima-se que 30% dos homens sexualmente ativos sofram deste problema e que menos de 10% procuram tratamento médico.

A EP é um problema importante?

Uma revisão sistemática da literatura médica publicada entre 1997 e 2007 confirmou que os homens que sofrem de Ejaculação Precoce apresentam altos índices de insatisfação e frustração. Além disso, o impacto negativo é igualmente alto nas parceiras destes homens. Também ficou demonstrado que grande parte dos homens solteiros com EP passam a evitar relacionamentos íntimos devido ao problema, causando grande redução na qualidade de vida.

Existem exames para fazer o diagnóstico?

Não. O diagnóstico é feito através da avaliação clínica do paciente pelo médico. Uma boa conversa e exame físico.

Qual a causa?

Até o momento, não existem evidências de causas orgânicas (físicas) para o surgimento da Ejaculação Precoce. é um problema de origem, aparentemente, psicológica. Estando muito relacionada a situações de estresse e ansiedade, o que provoca alterações nos neurotransmissores cerebrais que estão envolvidos no controle da ejaculação.

Existe tratamento?

Sim. A melhor forma de tratar a Ejaculação precoce é uma intervenção multiprofissional, envolvendo Urologista, Psicólogo e, eventualmente, outros profissionais com Fisioterapeutas. Existem medicamentos que aumentam o controle ejaculatório e a melhor droga e forma de administração deve ser individualizado. Um especialista poderá te ajudar a resolver seu problema. Tenha em mente que existe tratamento, mas não fórmulas mágicas. Cuidado com promessas milagrosas e se consulte com um especialista.

www.drruimario.com.br